terça-feira, 14 de maio de 2013

"treino" consistente!

está feito mais um "treino"..., mais uma etapa deste ano de transição, e como foi durinho este triatlo 1/2 IberMan! estes dias looongos começam sempre cedo, pequeno almoço a horas impróprias, chegada ao local do triatlo ainda de noite, tudo feito em "piloto automático" mas tranquilamente..., a partida foi dada em pleno Guadiana, uma especie de "mini Norseman", com o pessoal a saltar dos barcos e a tentar alinhar dentro de agua, digo tentar pois aqui começou um dos problemas deste triatlo, com aquela corrente era impossivel alinhar o que quer que fosse..., o local já estava "estudado" e com as dicas do Nelson Mestre (rapaz que já nadou de VRSAntonio a Alcoutim, em pleno Guadiana), tudo ficava mais simples, com os triatletas já a serem arrastados pela corrente, partida! para mim, sem stress, logo me coloquei na frente com a corrente a empurrar, aqueles 800m foram na "realidade" 400m, foi por isso que fiz 19'16", a entrada no canal de Ayamonte apareceu em menos de nada e apartir dali foi só seguir as canoas ;), felizmente não tive problemas na saida da agua, mas pelo que me apercebi a saida era apertada e escorregadia, com o pessoal a enterrar-se no lodo que
ainda por cima estava cheio de
conchas partidas, muita gente ficou com feridas nos pés!
fica aqui o agradecimento ao Luis Mestre, pelo apoio e pelas fotos
saida em 1º do PT1 e assim fui até aos 15km, altura em que fui passado pela mota do Hector Guerra (ex-ciclista que já ganhou o Titan), já conhecia o percurso e pareceu-me ainda melhor, rectas "onduladas", descidas tecnicas e subidas curtas, um verdadeiro "rompepiernas" se a isso juntar-mos o vento Norte..., ficou brutal, acabei por fazer 2:47:37 e cheguei em 4º ao PT2, mas o melhor foi ter conseguido manter um bom ritmo de 164bpm (media) e sempre com "vontade", estava ai a corrida e logo atras de mim saiu outro triatleta, parecia ter mais de 40, estava na hora de "sofrer", saida a top como dizem por ali..., ia ganhando terreno ao que tinha saido comigo mas tambem não aguentava muito mais tempo aquele ritmo a baixo dos 4'/km..., a corrida foi feita num "parque natural" um genero de sapal, com muita terra, muito buraco, muita pedra e muita areia, parecia um trail, para quem pensava que só ia fazer 4km na areia da praia, posso garantir que foram pelo menos +6km, pelo meio de estufas de morangos, um caminho com um aspecto muito degradante..., para mim a parte menos positiva deste triatlo, finalmente após 12/13km pelo "deserto"..., entra-se na vila de Redondela, um abastecimento 5 estrelas, publico, musica, enfim um dia de festa, um pouco de alcatrão e a entrada na praia estava mesmo ali, mais 4km na praia e como é dificil aquele final, nem quero imaginar o que vai ser chegar ali com 38km nas pernas!!! acabei por fazer 1:24:43 e mantive os 169bpm(media) e novamente com "vontade", no final melhor do que o 5ºlugar da geral, foi o confirmar que tinha ganho a classificação dos veteranos, mais 4:34:04 a top..., está a correr melhor do que a encomenda, esta época :D


5 comentários:

João Correia disse...

"Velho" o caraças!!! Cada vez melhor. Tenho de começar a desafiar uns gajos para te "abaterem" :) Só para ver até onde vais ;)

Forte abraço, companheiro.

joao rita disse...

Ó João não me desafies a mim !!!!
O " gajo" está uma fera.
Forte abraço companheiro e até Outubro

http://estremoztriato.blogspot.pt/

Hugo Gomes disse...

Parabéns David!

Que te pareceu a organização?

E o percurso é semelhante ao que apanharemos em Outubro?

Um abraço!

Flip disse...

Ainda bem que aquilo foi só um "treino" para ti, porque quando te vi sair da água logo em primeiro, e com início de bike com aquele avanço para o 2º lugar...Muitos parabéns pelo desempenho, principalmente porque fizés-te grande corrida, gerindo aquele adversário que ía logo atrás no ínicio da corrida. Bons treinos, agora nas calmas suponho, po estes dias, pois ainda falta muito tempo, e estás em grande esta época.

david caldeirao disse...

João/Rita, quem me dera quando chegar à vossa idade ainda andar o que vocês andam e ter a mesma vontade...
Hugo, a organização ainda agora está a começar, é natural que existam muitas coisas para ajustar e afinar, mas não é muito diferente dos triatlos longos em portugal, o percurso (pelo menos metade) é igual, e a outra metade não é muito diferente, excepto na corrida, que tem mais alcatrão...
Flip, granda maluco, ainda não paras-te depois do IM da Africa do Sul, ed achas que eu vou andar nas calmas, só porque fiz um 1/2IM, obrigado pelo apoio!!!